segunda-feira, 17 de maio de 2010

Fotoblog: Vai uma quentinha? #trabalho #alimento #alv

  por Marcelo Moraes Minhas Marmitas

Engraçado, eu sempre observo pessoas se queixando de não poderem comer direito durante o dia, de não terem tempo para comer uma refeição completa, de comprarem coisas para preparar em casa e depois estragar tudo porque não tiveram tempo de fazer, assim como de levar ao trabalho. Outros dizem que não gostam de levar comida à labuta, porque todos (lê-se a maioria) não levam comida, e que seria feio não comer no restaurante também, e em seguida desce a lenha no gasto com o mesmo. Enfim, mil e uma respostas para a seguinte pergunta: Vai uma quentinha???

Se a resposta for sim, estamos no mesmo grupo, e isso não quer dizer que estou aqui para julgar alguém que tenha a resposta contrária, apenas mostrar alguns motivos para aceitá-la.

Você pode assistir a milhares de propagandas, programas e promoções de quantos restaurantes, bares e lanchonetes quiser; falar que tem bons lugares para comer, e isso, isso e isso também, mas nada se compara à comida que trazemos de casa, com seu toque caseiro.com e ao gosto do freguês. Eu, particularmente, nunca fui adepto às refeições em restaurantes no período de trabalho. Raras são as vezes em que vou a um em meu horário de serviço, pois para quem sabe o valor de cada alimento, vê o quanto custa caro comer sempre aquele “bat-prato” naqueles “bat-restaurantes”. Sempre preferi levar a comida de casa. Se não é um prato completo, é um lanche mais caprichado, ou mesmo que na pressa, o indiscutível miojo (ou quinojo para alguns rss). Gosto de curtir estes lugares nos momentos de lazer, mas no horário de trabalho, fica aquela correria de engolir a comida pra continuar a labuta e mal se degusta os alimentos que colocamos no prato. Pagar demais para não se comer a altura, não é comigo.

Por uma curiosidade, sempre gostei de encontrar os “porta-isso” e “porta-aquilo”, tudo pra manter meu momento organização em dia. No quesito alimento, por não ter mais idade para levar lancheiras, comprei um porta-lanche, também moderninho que comporta suco e frutas (cortadas)  no mesmo compartimento. E aí vieram porta-torradas, porta-biscoitos, porta-filtro... e piriri e pororó...


E eis que surge o “porta-papá”!

Primeiro você começa com os potes de casa, aí vê que um não tampa direito, que outro é muito grande para transportar, que aquele um não vai ao micro-ondas e, daí pra frente começam as exceções do “este pode, este não pode”(e a famosa frase materna: “Não vá me esquecer este pote, pelo amor de Deus!” “Eu só tenho este!”. Com tantas regras de exceções, fui então procurar uma marmita para comprar. E qual é a minha surpresa quando chego na seção correspondente? Encontro uma evolução no quesito das “quentinhas”: da famosa marmita de alumínio (isso mesmo, aquela redondinha e toda cheia de presilhas para fixar a tampa), encontro as moderníssimas de plástico que vão ao micro-ondas! Tudo bem, você pode até não achar isso uma novidade, mas muita gente, assim como eu, quando não precisa de algo, nem se dá conta de que ele está por lá e bem moldado ao nosso momento atual(vai dizer que não, neném?) Algumas já se tornaram comuns, como as que tem divisórias em forma de bandeja, mas nada prático para se transportar em uma mala.

Minha Marmita number 1 #alv Na minha primeira ida à loja para a aquisição de uma marmita, não haviam muitas opções, apenas as de alumínio que não acho nem um pouco agradáveis imaginar a comida toda confinada num espaço parecendo lata de atum (redondas) ou estojo de materiais de dissecção (retangulares), e algumas de plásticos, com a opção de se pôr os talheres também (fui direto ao caixa com esta). Já numa outra ida à mesma loja, encontro novos modelos e, claro, foi inevitável a aquisição de uma segunda, que apresentava novas opções de utilização. E quando a coisa é boa, a propaganda está feita: no trabalho, recebi “encomendas” para novos interessados, e agora, a hora do almoço tem ficado por conta das novas quentinhas, que dividem espaço na mesma mesa, com as famosas marmitex de encomenda! Realmente, a mesa ficou bem quentinha…rss

Minha marmita number 2 #alvMinha marmita number 2 #alv

Salvo àqueles que têm seus vale-refeições, se o problema for o de levar a sua salada e seus pratos quentes, já pode dispensar os potes duplos, pois tudo agora pode ser levado num só lugar. Minha marmita number 2 #alvE com a facilidade do aquecimento, utilizar o forno de micro-ondas é mais um ponto positivo para os apressadinhos (e quem não é, né?), pois a tampa dispõe de um furo para a troca de calor no compartimento. Tudo simples, rápido, prático.  Mais acessível que isso, só mesmo o preço, que oscila entre os R$4,00 e R$5,00. A vida é simples sim, nós é que a complicamos.

Algumas das marmitas que já conheci nesta vida:

 
Marmita de alumínioALUMÍNIO MarmiquenteMARMIQUENTE (ELÉTRICA)
ZiplocAs de Improviso 1 Tapeware As de improviso 2
AN451-217-B Para um batalhão

Embalagem de Marmitex

As do marmitex: descartável.

Quer saber como as marmitas estão mesmo evoluindo? Veja no post da Juliana, que algumas estão ficando fashion também! E me avise, caso tenha uma mais moderninha que estas! :D

A empresa fabricante das marmitas que possuo é a Nitronplast, e seu site é repleto de produtos dos mais diversos e, claro, bem práticos! Não é à toa que seu slogan é:

“O plástico do seu dia-a-dia!” #semjaba

Mas aos antenados em tecnologia, há também as marmitas USB!

Vou parar por aqui que está na hora de montar a minha quentinha de amanhã!

 HUMOR-comida-caseira-e-marmitas
_____________________________________________________________________________
Gostou? Não gostou? Então, digitaqueeuteleio! 
Assine o nosso
Feed RSS e receba as atualizações do blog.
Ou torne-se fã da página do Blog no Facebook.

5 comentários:

  1. É Marcelo, nada como a boa e velha comidinha de casa, ainda mais se feita pela mãe, rsrs. NO meu caso não tenho esse problema, já que trabalho perto de casa - em cidade pequena tudo é perto de casa - então almoço sossegado todos os dias.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  2. hahahahahahaha marcelo imaginei vc com um merendeira que hoje é "lancheira! hahahahaha

    Mas sabe que a economia no final do mês é de fato significativa. Ir num "Selve sevi" é caro demais ta loco?!
    Abraço amiguinho saudades de falar contigo no emiessiene!

    ResponderExcluir
  3. Olá Marcelo!
    Nos meus últimos dois empregos eu precisava levar meu almoço todos os dias.

    A minha marmita era de alumínio retangular, como essa que está na foto. Lembro-me como se fosse ontem do dia que fui almoçar pela primeira vez na minha “quentinha”, estava toda revirada e o caldo do feijão já tinha vazado quase tudo. Com o tempo fui aprendendo uns macetes pra manter a comida quentinha e organizada. Tinha um pote pra salada, um para o sal e uma garrafinha que só precisava por água pra fazer o suco.

    Hoje tenho a sorte de almoçar no refeitório de Hospital que trabalho, mas de vez em quando sinto saudades daquela comida caseira preparada com tanto carinho pela minha mãe que acordava às 6hs da manhã para prepará-la.

    Abração,
    Júnior Gonçalves

    ResponderExcluir
  4. Marcelo meu caro amigo...vou confessar algo que te fará me odiar..rs..

    Eu tenho nojo de marmita...rs rs rs. Nem marmitex de restaurante que eu mesmo fiz não consigo comer. Te juro, não é antipatia, é uma questão de gosto, não consigo.

    Tb acho ruim comer em restaurantes todos dos dias, no meu caso não tenho plano B...ir a casa dos pais é longe e perco boa parte do almoço, fazer pra levar, ja tentei, fico com preguiça...então vou todos os dias no meus restuarante, ao quel acostumei com o temepro, e é como se comesse coida caseira.

    Putz, até num comentário eu me estendo...rs.

    abração e bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  5. @Luciano
    Ainda bem que só preciso levar duas vezes na semana, de resto, almoço em casa. Abraço.

    @Robson
    Pois é, o gasto é de um rei kkkk Já estou on-line novamente "hehe" kkkkk

    @Júnior
    Nossa, eu já deixo pronta na noite do dia anterior, senão a pressa e preguiça reinam pela manhã, pois sou eu quem prepara a minha rss Abraço.

    @Rafael
    Pode deixar que não conto pra minha marmita da sua confissão, tá? kkkkk Mas não entendo este desgosto, é só a comida, tadinha....rss Abraço, rapaz.

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO